Festa do Tomate

Quando técnicos da Emater e da Ceasa-RJ resolveram promover uma Semana Técnica, no Mercado Produtor da Ceasa, em 1979, buscavam apenas o aprimoramento e entretenimento para os produtores rurais de Paty do Alferes sem saber porém, que haviam plantado a primeira semente da FESTA DO TOMATE.

Dois anos depois, inspirado na Festa da Uva de Caxias do Sul – R.S., o evento já passou a ser conhecido como FESTA DO TOMATE, ainda como uma pequena confraternização entre produtores e técnicos agrícolas, onde as grandes atrações eram artistas circenses e leilões de animais.
No ano da emancipação de Paty do Alferes, 1987, a FESTA DO TOMATE passou para a administração municipal tendo um novo impulso e começando se tornar conhecida pelo nível dos shows musicais apresentados a cada ano.

A inauguração do Parque de Exposição Amaury Monteiro Pullig, em Avelar, no ano de 1995, foi a alavanca fundamental para o crescimento que a FESTA DO TOMATE alcançou, sendo hoje considerada a maior do estado do Rio de Janeiro.

Atrações de peso, todas já consagradas no cenário musical brasileiro, já passaram pelos palcos da FESTA DO TOMATE ao longo desses anos, trazendo consigo multidões de fãs que, junto ao público local, contribuem para o sucesso total do evento.

Muitas outras atividades compõem a programação da FESTA DO TOMATE, como os tradicionais concursos de Rainha da Festa, Culinária do Tomate, Concurso Leiteiro e o Qualidade do Tomate. Eventos esportivos e como os Torneios de Volei e Corrida Rústica também são realizados.

Festa do Tomate

Endereço: Parque de Exposições Amaury Monteiro Pullig – Avelar – 2º Distrito de Paty do Alferes
Data: sempre na semana do Feriado de Corpus Christi
Horário: Diurno e Noturno
Número médio de público: 40 mil pessoas/dia
Realização: Prefeitura Municipal de Paty do Alferes

Coberturas Fotográficas: